Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

:) CanalSonora (:

_________________________________ a 37° 7′ 0″ N, 7° 39′ 0″W ____________________________ ~pequenos livros ~ grandes segredos ~ volumes portáteis ~ emoções resguardadas~

:) CanalSonora (:

_________________________________ a 37° 7′ 0″ N, 7° 39′ 0″W ____________________________ ~pequenos livros ~ grandes segredos ~ volumes portáteis ~ emoções resguardadas~

-AF-TA

------------

x

  

- Que das nossas bocas saiam todos os poemas.
- Todos. E aqueles por inventar.
- Que tenhamos dedos com a vontade de sonhar.
- E sonhos para dedilhar.
- Que os pesadelos fiquem na cova mais funda que conseguirmos escavar.
- Que as covas afundem os olhares de precipícios precipitados, antecipados.

Que nos libertem a luz.
- E que essa luz se expanda nas nossas entranhas, criando uma aurora visceral.
- Que todas as manhãs sejam manhãs primeiras a nascerem dos nossos ventres.

Que os clarões de espanto se reflictam nos nossos corpos abertos.
- E que rios primordiais nos brotem em cascatas, saciando flores cansadas de sede.

E que nasçam oásis dos rios nossos a correr.
- As areias dos desertos, nos rostos dos homens hão de escorrer

na pele aspergida por águas nossas.
- Serão ungidos pelas nossas águas. Como se deusas fôssemos, mesmo que terrenas.

Porque de mulheres em que o rio nasce só esperam actos de deuses.
- E diremos - amai-nos e vinde banhar-vos no rio que somos. 

 

afta.jpg