Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

:) CanalSonora (:

_________________________________ a 37° 7′ 0″ N, 7° 39′ 0″W ____________________________ ~pequenos livros ~ grandes segredos ~ volumes portáteis ~ emoções resguardadas~

:) CanalSonora (:

_________________________________ a 37° 7′ 0″ N, 7° 39′ 0″W ____________________________ ~pequenos livros ~ grandes segredos ~ volumes portáteis ~ emoções resguardadas~

VAN S.a | Conto

Árvore de natal

 

presents-for-good-little-boys-and-girls-coloring-p

 

Sair umas paragens de autocarro antes, só para regressar a casa a pé, a sentir o frio na cara, e ofuscar-se dos néones da época festiva, observar as caras dos que ainda esboçam sorrisos felizes talvez sinceros neste fim de outono. cruzar as ruas, iluminar os olhos ao comércio em busca de ideias para umas duas prendas. em vão. tudo tão caro na capital city.

 

Chegar a casa, preparar um bitoque com ovo a cavalo, depois tirar um café à maneira com pastel de nata e tudo, sabe sempre bem, a quem é emigra, ter um carinho doce com o gosto lá da terra, acender as luzes da árvore de natal e sentar-se no sofá. ufa! cansada. pudera! o tempo destes dias é sorvido numa voragem desenfreada que nos consome a vida, em que já ninguém tem necessidade de questionar o absurdo das coisas, das exigências internas e externas….

 

Ainda bem que - entre não ter tido tempo e se ter esquecido e ainda mais outros afazeres inadiáveis, tarefas para ontem, - não desmontou a árvore de natal. a do natal passado. calha bem ter as luzinhas multicolor ali a piscar. até que o inverno já entra de novo amanhã. é melhor tirar o bacalhau de molho para a consoada.